VIAGENS
Cidade de partida:
Cidade de destino:
Mais buscados
NEGÓCIOS
(ou Produtos/Serviços)
Procurar por:
Na cidade:
Mais buscados
Veja aqui quem anuncia conosco

Até o momento já foram 3.059.942 visitas

 
Transporte no Amazonas - I
Publicado em 15/04/2009  Visualizações: 9043
No estado do Amazonas três modalidades de transporte são utilizadas: terrestre, aquaviária e aérea. Na modalidade Terrestre, o Estado possui somente estrutura para o transporte rodoviário com as rodovias AM010, a BR174, a BR319, etc. Os veículos utilizados não são tão diversificados para esse tipo de transporte. Basicamente caminhões, para o transporte de cargas, e ônibus e carros de passeio para o transporte de passageiros. Na modalidade Aquaviária o Amazonas utiliza somente o transporte fluvial, fazendo uso da vasta malha fluvial presente na região. Os veículos utilizados nessa modalidade são: navios, barcos, lanchas, voadeiras, rabetas, canoas, etc., nos mais variados tamanhos e potências. Na modalidade aérea, o transporte apresenta variações comuns à regiões com grande presença de rios. Além das aeronaves tradicionais, nos vôos comerciais, é comum em serviços emergenciais ou turísticos o uso de helicópteros e pequenas aeronaves, como também aeronaves tipo hidroavião, com possibilidade de pouso e decolagem diretamente do rio.

Solimões, Negro, Amazonas, Juruá, Purús e Madeira são os principais rios navegáveis do Amazonas. Através deles é feito o acesso a todos os municípios do Estado.

A grande maioria dos municípios é localizada às margens dos principais rios, citados acima. Cidades como Manaus, Barcelos (Rio Negro), Tabatinga , Jutaí, Codajás (Rio Solimões), são privilegiadas por serem banhadas por rios navegáveis o ano inteiro.

Para uma pequena minoria, a localização geográfica dos municípios fica às margens de rios intermediários ou afluentes dos principais, como é o caso de Caapiranga que fica entre os rios Manacapuru e Solimões.

A estrutura portuária no Amazonas ainda é precária, não obstante ter na modalidade fluvial seu principal meio de transporte. O único município que apresenta estrutura portuária (porto) razoável é a capital, Manaus. Os demais possuem balsas ou flutuantes na área portuária para facilitar a atracação das embarcações e o embarque e desembarque de passageiros e cargas. A imagem que abre este texto é do porto da Manaus Moderna, em Manaus. As imagens abaixo mostram alguns portos de cidades do interior.

As vendas de passagens da modalidade fluvial são feitas, em Manaus, de quatro formas:

1) Na administração do porto, para aqueles barcos que atracam no porto de Manaus e utilizam todos os serviços do porto;

2) Com os vendedores de passagem nas proximidades do porto e outras áreas onde os demais barcos atracam;

3) Com as agências de turismo, para uma pequena quantidade de embarcações, exclusivamente nos casos de excursões, pacotes turísticos, etc.

4) Diretamente nas embarcações, para aqueles barcos que não atracam no porto e sim nas proximidades.

Nos outros municípios as vendas de passagens de barco são feitas diretamente nas embarcações, com exceção das lanchas rápidas que atribuem a um representante da empresa essa atividade.

Somente os municípios de Manaus, Tefé e Tabatinga possuem estrutura aeroportuária e controle realizado pela Infraero. Os demais municípios possuem aeródromos (área destinada a pouso e decolagem de aeronaves) ou somente pistas de pouso e decolagem.

A venda de passagens aéreas são realizadas de duas formas:

1) Diretamente nas agências de viagem;

2) Pela internet, no site da empresa de aviação.

O transporte aéreo no Estado do Amazonas apresenta vôos regulares para os municípios de Barcelos, Borba, Coari, Eirunepé, Fonte Boa, Humaitá, Lábrea, Manaus, Manicoré, Maués, Parintins, Santa Isabel do Rio Negro, São Gabriel da Cachoeira, São Paulo de Olivença, Tabatinga e Tefé.

Algumas empresas de táxi aéreo operam no estado, oferecendo serviços de fretamento para todos os municípios, através de pequenas aeronaves e hidroaviões.

Fazendo uso do transporte rodoviário, o município de Manaus tem ligação, através de rodovias estaduais ou federais, com os municípios de Itacoatiara, Silves, Itapiranga, Presidente Figueiredo, Iranduba, Manacapuru, Novo Airão, Careiro da Várzea, Careiro e Autazes – embora para o acesso aos seis últimos, haja necessidade de balsa. Esses municípios possuem estrutura rodoviária que possibilitam embarque e desembarque de passageiros, como também venda de bilhetes, realizada somente nas rodoviárias. Entre os municípios do interior o uso do transporte rodoviário é possível apenas em alguns casos, como na ligação entre Itacoatiara/Silves/Itapiranga, Iranduba/Manacapuru/Novo Airão, Careiro da Várzea/Careiro/Autazes, Lábrea/Humaitá/Apuí, e Benjamin Constant/Atalaia do Norte.

O advento da Zona Franca de Manaus propiciou a utilização de diferentes modalidades de transporte como parte da cadeia logística das Indústrias instaladas em Manaus. Matérias-primas são importadas da Ásia e Europa e entram em Manaus ou por via aérea ou via marítimo/fluvial, pelo rio Amazonas. Os produtos acabados saem de Manaus com destino ao sudeste e sul do país, basicamente, via rodoviária/fluvial (rodo-fluvial). Os containers são alocados em balsas, e essas enfileiradas (duas ou três) e empurradas por uma embarcação média, mas potente, dentro dos padrões de navegabilidade dos rios da região. Para chegar ao destino final há a mudança na modalidade de transporte, de fluvial para rodoviária: isso pode acontecer no Careiro da Várzea, de lá utiliza-se a BR319 (rota improvável pela dificuldade de tráfego da rodovia); ou Porto Velho, depois de viajar pelo rio Negro, Amazonas e Madeira (essa é a rota mais utilizada atualmente).

O abastecimento dos municípios do interior é feito basicamente pela cidade de Manaus. Todos os municípios compram tudo de Manaus. De gêneros alimentícios a material de construção. E a entrega dos produtos é feita por meio fluvial, por balsa ou barco, dependendo do produto e da quantidade a ser entregue.

Continua...

Envie seu Comentário
Nome:
E-mail:
Não será publicado no site
Digite as consoantes da palavra escrita na imagem:

É importante a resposta para evitar SPAM nos comentários
Comentário:
Tags permitidas <b><i>
Nenhum comentário
 
Viagens & Negócios - Conheça as Cidades do Amazonas
contato@viagensenegocios.com.br
Todos os direitos reservados. As imagens não podem ser utilizadas para fins comerciais sem prévia autorização.
Os textos assinados são de responsabilidade do autor e não refletem, necessariamente, a opinião do Portal.